O Rottweiler

 Os cães da raça Rottweiler se tornaram muito comuns em nosso pais a partir dos anos noventa por sua habilidade como cão de guarda. Após o “bum” de anos atrás o rottweiler o qual pouco se ouvia falar se popularizou rapidamente no Brasil, porem ainda há muitos aspectos sobre a raça desconhecidos, informações errôneas, e a má criação de alguns exemplares do cão, fazem com que as pessoas criem uma imagem errada da raça Rottweiler. O  nosso objetivo é de retificar a má reputação do Rottweiler.

 

<p
 Todas essas estórias sobre a raça Rottweiler quanto a sua agressividade, são reflexo de sua criação. Por ser uma raça muito leal, corajoso e dominador, em especial o macho, o Rottweiler não é um cão para qualquer dono. Esta raça é o “reflexo de seu dono” e nunca deve ser criado de maneira brutal ou poderá se tornar perigoso.</p

 

O Rottweiler é um cachorro leal e afeiçoado a sua família, paciente com crianças, desde que seja criado junto com elas, e uma boa companhia, além disto a raça Rottweiler é muito inteligente e obediente, tem um grande potencial para diversas funções como cão policial e cão de guarda. Se trata de um cachorro equilibrado que possui um forte instinto territorial, é tranquilo, resistente, robusto e dedicado a sua família, o amadurecimento psíquico do Rottweiler só ocorre depois dos dois anos de idade.

A Origem

 

 As origens do Rotweiler são remotas, e várias as hipóteses propostas. Entretanto existem fortes indicios que o cachorro da raça Rottweiler é de criação absolutamente germânica, tendo a cidade de Rottweil como a origem do nome da raça. O Rottweiler teria, então, se originado da raça Mastim do Tibet, que chegou a alemanhã atraves dos romanos.

 

 Desta forma a origem do Rottweiler nôs retoma ao século I d.c., época em que as tropas romanas realizavam longas expedições de conquista, e para tanto utilizavam um cão boiadeiro, o Mastim do Tibet, para cuidar do rebanho que serviria de alimento para os soldados.

 

 Em uma das expedições as tropas chegaram onde hoje é o sul da Alemanha, às margens do Rio Neckar. E foi nesta região que surgiu a atual cidade de Rottweil, a qual o Rottweiler herdou o nome, Metzgerhund Rottweil “Cão de Açougueiro de Rottweil”, uma vez que a cidade de Rottweil era um importante centro de comércio de gado, em meados do século XII. Posteriormente, seu nome foi abreviado para “o cão de Rottweil”. Em alemão, Rottweiler. E continuou sendo utilizado como cão boiadeiro e cão de tração até meados do século XIX.

 

 Com o fim do comércio de gado na cidade de Rottweil e o advento das rodovias quase extinguiram a raça no início do século XX. Mas graças às suas qualidades físicas, elevada inteligência, seu caráter firme, temperamento forte e sua coragem frente ao perigo, tornaram o Rottweiler o parceiro ideal para o serviço policial.

 

 Assim também surgiram clubes dedicados à preservação da raça. Em julho de 1921 foi fundado o Algemeiner Deutcher Rottweiler Klub (ADRK), que rege, até os dias de hoje, o padrão alemão da raça.


 Com tantas virtudes, o Rottweiler logo conquistou admiradores pelo mundo. Chegou aos Estados Unidos da América ainda na década de 30, sendo reconhecido pelo American Kennel Club em 1935. E conquistou também o mais antigo clube cinófilo do mundo, o The Kennel Club, na Inglaterra, em 1936.

 

 No Brasil o Rottweiler só chegou na década de 70, no estado do Rio de Janeiro. Posteriormente, foi se espalhando pelo país, sendo que hoje, os mais importantes centros de criação situam-se nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná. A região nordeste tem crescido muito em qualidade nos últimos tempos.

 

 Crescente também tem sido o número de filhotes de Rottweiler que nascem todos os anos no Brasil. Por vários anos consecutivos, tem sido a raça mais registrada na CBKC, chegando, em 1997, a 26.000 filhotes registrados, ou seja, de cada 5 filhotes registrados, pelo menos 1 era de Rottweiler.

Temperamento

 A Raça Rottweiler tem o temperamento basicamente calmo, confiante e corajoso, e graças a esta auto-confiança ele geralmente esperar para ver a atitude do ambiente para depois responder, porem não se presta à amizades imediatas e indiscriminadas. Os cães da raça Rottweiler são conhecidos como excelentes cães de guarda, devido seu desejo inerente de proteger a casa e a família. São cães muito inteligentes e adaptaveis, com uma forte vontade de trabalhar, tornando a raça especialmente adequados como companheiros e guardiões.

 

 Por ser tão auto-confiante, o Rottweiler exige mais que um dono, necessita de um líder. E para alcançar esse status frente ao canino é necessário discipliná-lo desde pequeno. Para tanto é imprescindivel também um ambiente amplo e limpo para que ele possa desenvolver atividades físicas, além de insentivar um constante contato do Rottweiler com o meio social. Assim manifestará excelentes resultados na sua educação, desenvolvendo da personalidade e amenização do temperamento.

 

Os cruzamentos entre cães da raça rottweiler devem ser cuidadosamente selecionados, optando por reprodutores com temperamento equilibrado para evitar ninhadas com temperamento desastroso.

Como criar o seu Rottweiler

 Antes de optar por um Rottweiler, as pessoas devem refletir sobre sua capacidade de se impor a ele, comprar apenas por modismo, sem obter informações sobre a raça é um grande erro.


 O Rottweiler, principalmente o macho, tem um instinto de dominância especialmente desenvolvido ao atingir a maturidade, cerca de 30 meses de idade, entretanto a firmeza do dono tem de começar na infância. Ao chegar na casa nova, o Rottweiler, deve perceber de imediato que não pode fazer tudo o que quer e que precisa respeitar as ordens dos familiares.

 

 O fator mais importante da criação de um cão como o Rottweiler é não se deixar intimidar por ele e saber controlá-lo, nunca esqueça que você é o alfa da relação. Mas para ser líder é preciso conviver e trabalhar com o seu cão, senão o dono se restringirá a ser simplesmente um proprietário.

 

 Além da imposição de limites nos acontecimentos rotineiros, que deve ocorrer desde a chegada do filhote, a melhor forma de deixar claro a um Rottweiler o domínio do dono é condicioná-lo, ou seja, proporcionar exercícios diários de obediência básica, o que além de treiná-lo serve para dessestresar e divertir o cão.

 

 O dono ideal para um Rottweiler precisa de tempo livre para fazê-lo trabalhar, não é um cão para ser comprado e largado num quintal ou jardim, ele tem de ser lapidado e por isso quem opta por ele precisa dedicar-se no mínimo vinte minutos diários ao Rottweiler para que haja uma estabilidade na relação entre cão e dono.

Características

 A raça Rottweiler é completa, se trata de um cachorro robusto, de porte médio para grande, de aparência geral nobre. Se em proporções corretas sua estrutura formará uma figura compacta, forte e bem proporcionada, manifestando potência, agilidade e resistência. Dentre suas características a mais marcante é certamente sua autoconfiança elevada, está associada a um forte instinto de liderança, são responsáveis por uma determinação e coragem extraordinárias.

 

 A inteligência é uma das características notaveis da raça Rottweiler, está em 9º lugar entre os cães mais inteligentes e brilhantes, de acordo com o livro “The Intelligence of Dogs” de Stanley Coren. São extremamente devotados e dedicados ao trabalho, tornando o Rottweiler capaz de aprender comandos em menos de 5 repetições e em 95% das vezes obedece ao primeiro comando que seu dono dá, demonstrando total obediência e tenacidade.

  • Wix Facebook page
  • c-youtube
  • c-youtube

Watch Canil di Ferraresi on YouTube

Copyright © 2020 Canil Di Ferraresi

PREMIER.jpg